Veja 7 dicas de como escolher a escola do seu filho

6 minutos para ler

Como escolher a escola do filho? Essa é uma dúvida comum em todo início de semestre, seja entre pais de crianças que vão para o primeiro ano escolar, seja entre pais que buscam um novo espaço para os pequenos. Em todos os casos, essa é uma decisão que impacta diretamente no desenvolvimento das habilidades das crianças.

A escola é um dos nortes que tem a tarefa de guiar a criança para o seu futuro. Trata-se do ambiente em que ela passa a maior parte do dia e enfrentar os principais desafios para desenvolver suas capacidades de comunicação, além de despertar suas individualidades e traçar um rumo profissional.

Tendo em vista esses e outros fatores, entender como escolher a escola do filho é, sem dúvidas, um cuidado muito importante que os pais devem ter com suas crianças. Uma decisão errada pode impactar, não só o bolso dos pais, mas, principalmente, o desenvolvimento intelectual dos pequenos.

Por isso, não deixe de conferir as nossas dicas para tomar uma boa decisão. Boa leitura!

Powered by Rock Convert

Como escolher a escola do seu filho?

1. Distância de casa e localização

A distância entre a sua casa e a escola é um dos fatores mais importantes, principalmente em regiões como a zona leste de São Paulo. Caminhos extensos até a escola podem ser cansativos para as crianças e prejudicá-las no desempenho escolar. Por isso, se a longa distância for inevitável, é importante entender quais são os meios de transporte viáveis na região. A própria escola pode disponibilizar ou indicar serviços de transporte para os alunos por preços mais em conta. Ao visitar a escola, vale a pena se atentar a esse quesito.

Outro fator relacionado à localização é perceber se a escola situada em alguma avenida, por exemplo, oferece perigo ao seu filho. Dependendo do transporte utilizado e da maturidade da criança, a movimentação dos veículos e de pessoas em horários de pico exige mais atenção para evitar acidentes ou qualquer outro problema.

2. Infraestrutura da escola

Ao visitar a escola que o seu filho vai estudar, procure ver se as salas de aula são confortáveis e bem estruturadas, assim como se as escadas oferecem a segurança necessária. Também, não deixe de conferir as áreas de lazer — piscinas de natação, quadras poliesportivas, etc —, bem como os locais para alimentação e a biblioteca.

Em todos esses lugares, repare na manutenção e limpeza da estrutura. Para a visita, dê preferência a horários normais de funcionamento da escola. Assim, você entenderá como cada item funciona, na prática, e poderá ter uma melhor avaliação quanto à organização do colégio — por exemplo, saber se o número de crianças na sala parece algo saudável ou não.

3. Segurança

Procure conhecer a estrutura de segurança que a escola oferece. Leve em consideração a localização das câmeras de segurança, o número de funcionários responsáveis e as portarias da escola. Nesse sentido, entender como funciona a permissão de entrada e saída nas portarias que mantêm contato com a área externa é fundamental para garantir a segurança do seu filho.

4. Projeto pedagógico

Um dos pontos mais importantes para se prestar atenção durante a apresentação da escola é o seu projeto pedagógico. Trata-se de um documento obrigatório a todas as escolas em que elas expõem informações, como linha pedagógica adotada e métodos de avaliação. O projeto pedagógico demonstra a missão, a visão e os valores da escola, além dos meios que ela utiliza para educar seus alunos. É importante prestar atenção a essas informações para entender como funcionará, em linhas gerais, a preparação do seu filho para a vida adulta.

5. Comunicação entre pais e coordenação

Outro detalhe importante diz respeito aos meios que a escola tem para se comunicar com os responsáveis pelos alunos. A comunicação via e-mail e telefone são as mais comuns, mas, é essencial ver se na prática elas funcionam. Para isso, faça ligações em horários comerciais e repare no tempo para se obter uma resposta da coordenação escolar via e-mail.

Também é importante saber se faz parte da tradição da escola manter os pais atualizados em reuniões, conversas particulares, entrega de boletins, etc. Dessa forma, você saberá se o seu filho terá o acompanhamento adequado ao longo dos semestres.

6. Equipe pedagógica

Professores capacitados e satisfeitos com o trabalho fazem toda a diferença no funcionamento da escola e, principalmente, no ensino das crianças. A figura do professor pode ser tanto uma inspiração para os alunos quanto um pesadelo. Por isso, não há motivos para deixar de conhecer o corpo docente da escola. Converse com os futuros responsáveis pela educação do seu filho, tire todas as suas dúvidas e escute-os falar sobre a instituição. Desse modo, você entenderá como a escola funciona e poderá tomar uma melhor decisão.

7. Formação profissional

Ter uma boa colocação no mercado de trabalho também é algo a ser trabalhado desde o período escolar. É na escola que as pessoas tomam as suas primeiras decisões sobre carreira e emprego, e há instituições que estimulam esse cuidado, a partir de cursos profissionalizantes integrados ao ensino médio.

A formação profissional integrada ao ensino tradicional impulsiona competências individuais cultivadas desde cedo. Sair do ensino médio não apenas direcionado para uma carreira, mas também com uma formação na área, aumenta em muito as chances dentro do mercado de trabalho.

Entendeu como escolher a escola do filho? A distância da casa e a localização da escola, a infraestrutura do ambiente, a segurança, o projeto pedagógico e a comunicação entre pais e escola são os principais fatores para ficar de olho ao tomar essa decisão. Seguindo nossas dicas, a escola será um norte importante para o futuro profissional do seu filho.

Para conhecer os benefícios de um ensino que integre uma formação profissionalizante durante o ensino médio, entre em contato com a gente e venha conhecer a nossa escola.

Powered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-