Descubra agora como melhorar a comunicação entre pais e filhos

4 minutos para ler

Muitas vezes, os pais acabam não dedicando tempo suficiente para os filhos, devido a outras atividades, principalmente, por causa do excesso de trabalho. A comunicação entre pais e filhos é extremamente importante, uma vez que fortalece os vínculos afetivos, melhorando a educação e gerando confiança e segurança.

Uma comunicação eficiente ajuda a criança e/ou adolescente a manter boas relações com as pessoas, ter uma personalidade saudável e uma autoestima bem forte. Além disso, permite que todos se expressem sem sentir medo de serem rejeitados.

Se você quer descobrir como melhorar a comunicação com os seus filhos, continue acompanhando este post e confira algumas dicas. Boa leitura!

como melhorar a comunicação entre pais e filhos

Dedique tempo aos seus filhos

A rotina de todos é muito agitada. Mas isso não pode ser motivo para que os pais não dediquem um tempo de qualidade para a comunicação com os filhos. É importante refletir sobre como é a sua relação com eles e tentar encontrar pontos a serem melhorados. Sem dúvida, esse já será um grande passo.

Se já faz um tempo que você não brinca com o seu filho ou sai para passear, faça isso agora mesmo. Eles precisam sentir-se queridos e importantes. Na medida do possível, procure estabelecer momentos para passar junto deles, conversando sobre como foi o dia e fazendo atividades.

Escute o que seu filho tem a dizer

Quando o seu filho falar sobre algum assunto relevante, deixe de lado o que estiver fazendo e preste atenção. Além disso, mostre interesse pelo que ele diz, ouça o ponto de vista que ele está expondo, mesmo se você achar difícil de compreender ou se não concordar. Sempre o deixe terminar de se expressar antes de responder. Não há uma pessoa no mundo que goste de ser interrompido enquanto está falando.

Peça opiniões

Sempre que possível, é imprescindível pedir a opinião dos filhos. Isso fará com que eles se sintam parte da família, percebendo que seu ponto de vista ou sua opinião também é importante. O fato de manter uma excelente comunicação permite que pais e filhos se expressem sem sentir medo de serem rejeitados.

Tenha uma comunicação aberta

A confiança e o diálogo são elementos primordiais de uma comunicação assertiva. É fundamental que os pequenos se expressem, assim como os pais precisam ser sinceros e falar abertamente sobre as questões mais diversas e corriqueiras.

Ao se abrir para o diálogo em família, é possível conhecer os anseios e as necessidades do outro, além de descobrir a si próprio. Fazendo isso, há abertura para uma relação de confiança, na qual todos saberão que têm onde se ancorar diante das perdas e conquistas da vida. O ideal é que a comunicação seja completa e clara, para evitar qualquer dúvida.

Além disso, parar para ouvir as características, opiniões e ideias e considerar tudo é de grande auxílio, pois, dessa forma, os filhos se sentem valorizados. Para tanto, você pode mostrar, a partir de atitudes e de conversas, que está atento e que se importa com a individualidade deles.

Valorize os pontos positivos

Procure evitar relações baseadas em xingamentos ou brigas, pois elas podem resultar em crianças ou adolescentes medrosos, agressivos e/ou inseguros. Essa não é a forma mais saudável para uma boa comunicação.

Sempre que possível, enalteça os aspectos positivos do seu filho. Bons comentários e elogios farão com que ele perceba que é importante e valorizado. Assim, ele se sentirá incentivado a melhorar ainda mais.

Pronto, agora você já sabe como melhorar a comunicação entre pais e filhos e entende que não é uma tarefa tão difícil. Uma dica muito valiosa é sempre tentar se colocar no lugar do filho, ter empatia e não menosprezá-lo no momento do diálogo.

E aí, gostou do conteúdo? Ficou com alguma dúvida? Então, aproveite para deixar o seu comentário, pois assim podemos ajudar você!

Powered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-

Receba nossos conteúdos por e-mail e GANHE UM CURSO 100% GRATUITO!

CURSOS DE ADMINISTRAÇÃO, WEB DESIGNER, DESENVOLVIMENTO DE GAMES E INGLÊS